Como o estrabismo infantil é tratado?

O que é?

Estrabismo é a falta de alinhamento entre os olhos. Um dos olhos pode estar desviado para dentro (esotropia), para fora (exotropia), para cima (hipertropia) ou para baixo (hipotropia). O desvio pode estar presente sempre ou a criança pode alternar entre episódios de olhos alinhados e estrabismo. O olho que desvia pode ser sempre o mesmo ou pode haver troca entre os olhos.

Por que acontece?

O estrabismo não é raro em crianças e em geral resulta de um problema no controle do movimento ocular. A via responsável por esse controle tem início no cérebro, seguindo pelos nervos e atingindo os músculos oculares. Pode haver um componente familiar, no qual vários membros da família tem um problema semelhante, ou pode aparecer em crianças sem nenhum histórico familiar.

Objetivo do tratamento

O tratamento do estrabismo tem como objetivo promover o alinhamento para que os dois olhos apontem para a mesma direção e possam trabalhar juntos.

Formas de tratamento

Existem diferentes formas de tratamento, que podem ser indicadas individualmente ou em conjunto, dependendo do tipo de estrabismo:

• Prescrição de óculos de grau que neutralizam o desvio ocular.

• Óculos com prismas, que são lentes que desviam a imagem para a posição adequada na retina para aliviar o sintoma de diplopia (visão dupla).

• Prescrição de exercícios para fazer em casa, indicados em alguns casos específicos de estrabismo.

• Injeção de toxina botulínica (Botox) nos músculos oculares para promover o alinhamento.

• Cirurgia de estrabismo.

Como é feita a cirurgia?

Uma pequena abertura é feita na conjuntiva (membrana que recobre o olho) para acessar um ou mais dos seis músculos oculares. Os músculos são, então, reposicionados na parede do olho, com procedimentos para fortalecê-los ou enfraquecê-los, de modo a obter um novo equilíbrio de forças que alinha os olhos. A cirurgia é realizada em um ou ambos os olhos, dependendo do caso. Em crianças, sempre sob anestesia geral. Os olhos nunca são removidos da órbita para realizar cirurgia de estrabismo. A recuperação, em geral, é rápida e a criança pode retornar à escola depois de alguns dias.

Depois da cirurgia a criança deixa de usar os óculos?

A cirurgia de estrabismo corrige o alinhamento ocular, mas não o grau para óculos. Muitas crianças continuarão a usar os óculos depois da cirurgia.

Referências: Sociedade Brasileira de Oftalmologia Pediátrica www.sbop.com.br American Association for Pediatric Ophthalmology and Strabismuswww.aapos.org

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para o cuidado médico e orientação de seu oftalmologista. Pode haver variações no tratamento que o oftalmologista pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

Categorias: Estrabismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *